Prefeitura de BH promete recorrer da decisão que garante aumento na tarifa

Em nota, prefeitura disse ter sido notificada na tarde desta Quinta feira, 02 de Janeiro e pretende recorrer de decisão.

A prefeitura de Belo Horizonte, capital mineira, foi notificada judicialmente no início da tarde desta Quinta feira, 02 de Janeiro, com parecer favorável ao aumento na tarifa dos ônibus municipais. A liminar foi expedida pelo Juiz de Direito plantonista Rogério Santos Araújo Abreu.

A decisão possui um prazo de 15 dias para recurso, que será usado pela prefeitura para manter o congelamento da tarifa no atual valor de R$ 4,50.

O processo se iniciou no dia 19, quando o então prefeito Alexandre Kalil, anunciou que a tarifa do transporte coletivo de Belo Horizonte, não seria reajustada neste ano de 2020 após reunião entre representantes da municipalidade e das empresas prestadoras do serviço.

Um dos motivos pelo qual a prefeitura não autoriza o aumento, é a retirada de cobradores dos coletivos e o descumprimento das empresas em não manter um agente de bordo.

SISTEMA MOVE METROPOLITANO (BRT) & LINHAS INTERMUNICIPAIS:

As tarifas do transporte intermunicipal, que liga Belo Horizonte as cidades da região metropolitana, teve reajuste médio de 4,46% e grande parte das linhas, incluindo o MOVE METROPOLITANO, passou a custar R$ 5,60 cerca de R$ 0,25 mais caro que a antiga tarifa em cerca de 232 linhas.

Curtiu esse artigo? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Faça seu comentário